domingo, 4 de outubro de 2015

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Brasil sorridente


Boletim Eletrônico da ABO NACIONAL - 27/12 - 22/05/2012


MS amplia Brasil Sorridente:
Mais postos para o CD, mais saúde à população
Implantação de 908 novas Equipes de Saúde Bucal abre postos de trabalho para o CD e 
beneficia a população: 90% dos municípios brasileiros passam a ser cobertos pelo programa
 

O Ministério da Saúde anunciou ontem (21) a liberação de R$ 6,3 milhões para a implantação de 908 equipes de Saúde Bucal (ESBs) em 58 municípios de 15 estados. A medida dá continuidade à ampliação do Brasil Sorridente, incentivada pela ABO Nacional como fundamental para a distribuição da força de trabalho odontológica ao longo de todo o território nacional.

As novas equipes vão se somar às 21.587 já em atuação em 4.880 municípios. Para o coordenador nacional de Saúde Bucal, Gilberto Pucca Jr. (1º foto), trata-se de um marco na ampliação da Odontologia no Sistema Único de Saúde (SUS). “Será absorvida uma quantidade enorme de profissionais neste mercado de trabalho. Com a implantação do Brasil Sorridente, o setor público já tinha se tornado o grande empregador da área odontológica; depois disso, será maior ainda. Também há um impacto na produção da indústria odontológica nacional, pois o Ministério da Saúde repassa os consultórios para os municípios. E isso também pode trazer benefícios para o serviço privado, pois, com maior produção e venda, os preços tendem a cair.”

O presidente da ABO Nacional, Newton Miranda de Carvalho (foto ao lado), comemorou a medida. “A ABO está presente em todo o Brasil e conhece a diversidade da população brasileira – que, apesar dos avanços que protagonizamos na promoção da saúde bucal, ainda carece de cuidados. Por isso, somos entusiastas e participamos ativamente da ampliação do Brasil Sorridente, até que todo brasileiro tenha sua saúde bucal garantida.”

As ESBs receberão incentivo financeiro para o custeio ao iniciar o atendimento, com valores entre R$ 2.230 (módulo I) e R$ 2.980 (módulo II) por mês. No total, serão investidos R$ 2.206 milhões, mensalmente.

Mais benefícios – O Ministério da Saúde também vai fornecer 1.150 cadeiras odontológicas e destinar R$ 14 mil para quatro Unidades Odontológicas Móveis (UOMs). Os veículos vão atender as cidades de Ladainha (MG), Águas Belas (PE), Cardoso Moreira (RJ) e Cel. Domingos Soares (PR). Cada município receberá mensalmente R$ 18.720 mil para custeio das atividades.
 
Edita Comunicação Integrada